O Camarim

Camarim é o lugar onde o artista se arruma antes de entrar em cena.  No camarim, ele se maquia, se veste, alonga o corpo, aquece a voz, afina o instrumento. E, mais importante, se prepara encarar o público. Porque pode não haver cenário, o artista pode estar nu, mas ele sempre terá de interagir com o público.

E é nessa interação que acontece o milagre. O artista cria um espaço onde as regras são flexíveis; no palco, existem heróis, piratas, meninos que voam, cantoras que se apaixonam por pintores revolucionários, conspirações, intrigas, amores. Corpos disciplinados fazendo movimentos leves, música que expressa o sentimento de quem compõe, ou de quem executa.

O espetáculo é o momento no qual o artista oferta ao público o resultado de todas as horas dedicadas ao aprendizado e aperfeiçoamento da sua técnica.  Durante o espetáculo, as coisas da vida real ficam em suspenso; é um momento de sonho, de entrega.

Magia. Fazer arte é fazer magia.

No camarim, o artista se concentra, conjura os poderes ocultos. Faz desaparecer a si mesmo, e puxa um personagem da cartola.  No camarim, o artista é frágil, está por um fio. O camarim é o esconderijo do artista.

Esse Camarim é nossa casa. Chega mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s